Representações sociais de universitários brasileiros sobre as influências na adesão ao isolamento-distanciamento social durante a pandemia de COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31211/rpics.2022.8.2.258

Palavras-chave:

Distanciamento físico, Educação superior, Estudantes, Infeções por coronavírus, Isolamento social, Pesquisa qualitativa

Resumo

Objetivo: O estudo em causa teve como objetivo conhecer as representações sociais de universitários brasileiros sobre as influências na adesão ao distanciamento/isolamento social durante a pandemia pelo novo coronavírus. Métodos: Tratou-se de uma pesquisa qualitativa, orientada pela Teoria das Representações Sociais. Os estudantes foram selecionados por conveniência pelo método de amostragem em “bola de neve” em grupos de redes sociais. Os dados foram recolhidos por meio de um questionário eletrônico, elaborado pelos autores, via formulário digital na plataforma Google Forms. Para análise, utilizou-se a análise de conteúdo com o auxílio do software IraMuTeQ. Resultados: Participaram 798 universitários brasileiros, com média de idade igual a 23,59 anos; 71,7% dos respondentes eram do sexo feminino, 28,1% do sexo masculino e 0,3% eram intersexo. Como resultado, obteve-se quatro classes, organizadas em duas categorias, intituladas “Reproduzir a voz da ciência: o conhecimento científico como determinante de condutas” e “A vida em casa: o risco e o medo no quotidiano”. Conclusões: Depreende-se que os participantes estruturam as suas representações a partir das recomendações científicas e assumem a posição de reprodutores do discurso hegemônico sobre o isolamento/distanciamento social. Contudo, o processo de elaboração simbólica é marcado pelo medo de infetar as pessoas próximas e o desejo de protegê-las.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Abel, T., & McQueen, D. (2020). Critical health literacy and the covid-19 crisis. Health Promotion International, 35(6), 1612–1613. https://doi.org/ggq7wc

Agrawal, S., Goel, A. D., & Gupta, N. (2020). Emerging prophylaxis strategies against covid-19. Monaldi Archives for Chest Disease, 90(1). https://doi.org/ggq77p

Anderson, R. M., Heesterbeek, H., Klinkenberg, D., & Hollingsworth, T. D. (2020). How will country-based mitigation measures influence the course of the covid-19 epidemic? The Lancet, 395(10228), 931–934. https://doi.org/ggnm7x

Aquino, E. M. L., Silveira, I. H., Pescarini, J. M., Aquino, R., Souza-Filho, J. A. de, Rocha, A. dos S., Ferreira, A., Victor, A., Teixeira, C., Machado, D. B., Paixão, E., Alves, F. J. O., Pilecco, F., Menezes, G., Gabrielli, L., Leite, L., Almeida, M. da C. C. de, Ortelan, N., Fernandes, Q. H. R. F., … Lima, R. T. dos R. S. (2020). Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 25(suppl 1), 2423–2446. https://doi.org/ghc6fp

Bardin, L. (2013). Análise de conteúdo (4ª ed.). Edições 70 Ltd.

Bertoni, L. M., & Galinkin, A. L. (2017). Teoria e métodos em representações sociais. Em L. P. Mororó, M. E. S. Couto, & R. A. M. Assis (Orgs.), Notas teórico-metodológicas de pesquisas em educação: concepções e trajetórias (pp. 101–122). EDITUS. https://doi.org/h8d6

Bezerra, A. C. V., Silva, C. E. M. da, Soares, F. R. G., & Silva, J. A. M. da. (2020). Fatores associados ao comportamento da população durante o isolamento social na pandemia de COVID-19. Ciência & Saúde Coletiva, 25(suppl 1), 2411–2421. https://doi.org/gg6nzq

Camargo, B. V., & Justo, A. M. (2013). IRAMUTEQ: Um software gratuito para análise de dados textuais. Temas Em Psicologia, 21(2), 513–518. https://doi.org/gf9cch

Candido, D. D. S., Watts, A., Abade, L., Kraemer, M. U. G., Pybus, O. G., Croda, J., de Oliveira, W., Khan, K., Sabino, E. C., & Faria, N. R. (2020). Routes for COVID-19 importation in Brazil. Journal of Travel Medicine, 27(3). https://doi.org/ggq8qj

Coroiu, A., Moran, C., Campbell, T., & Geller, A. C. (2020). Barriers and facilitators of adherence to social distancing recommendations during covid-19 among a large international sample of adults. Plos One, 15(10), Artigo e0239795. https://doi.org/gjbtpt

Do Bú, E. A., Alexandre, M. E. S. de, Bezerra, V. A. dos S., Sá-Serafim, R. C. da N., & Coutinho, M. da P. de L. (2020). Representações e ancoragens sociais do novo coronavírus e do tratamento da covid-19 por brasileiros. Estudos de Psicologia (Campinas), 37, Artigo e200073. https://doi.org/ggx6cv

Google. (2022). Google formulários. https://www.google.com/intl/pt-BR/forms/about/

Harper, C. A., Satchell, L. P., Fido, D., & Latzman, R. D. (2021). Functional fear predicts public health compliance in the covid-19 pandemic. International Journal of Mental Health and Addiction, 19(5), 1875–1888. https://doi.org/ggv3v6

Jaspal, R., & Nerlich, B. (2022). Social representations of covid-19 skeptics: Denigration, demonization, and disenfranchisement. Politics, Groups, and Identities, 1–21. https://doi.org/gp93h3

Jesus, J. G., Sacchi, C., Claro, I., Salles, F., Manulli, E., Silva, D., & Faria, N. R. (2020). First cases of coronavirus disease (Covid-19) in Brazil, South America [Genome Report]. https://bit.ly/3weFDFd

Lima, C. de A., Lima, C. A. G., Oliveira, A. J. S., Silva, P. G., Freitas, W. M. L. de, Haikal, D. S., Silva, R. R. V., & Silveira, M. F. (2022). Adesão ao isolamento social na pandemia de Covid-19 entre professores da educação básica de Minas Gerais, Brasil. Saúde em Debate, 46(spe1), 181–193. https://doi.org/h8d7

Lima-Costa, M. F., Mambrini, J. V. de M., Andrade, F. B. de, Peixoto, S. W. V., & Macinko, J. (2020). Distanciamento social, uso de máscaras e higienização das mãos entre participantes do estudo longitudinal da saúde dos idosos brasileiros: iniciativa ELSI-COVID-19. Cadernos de Saúde Pública, 36(suppl 3), Artigo e00193920. https://doi.org/h8d8

Lipsitch, M., Swerdlow, D. L., & Finelli, L. (2020). Defining the epidemiology of Covid-19 — studies needed. New England Journal of Medicine, 382(13), 1194–1196. https://doi.org/ggmzsq

Marková, I. (2017). A fabricação da teoria de representações sociais. Cadernos de Pesquisa, 47(163), 358–375. https://doi.org/h8d9

Mertens, G., Gerritsen, L., Duijndam, S., Salemink, E., & Engelhard, I. M. (2020). Fear of the coronavirus (Covid-19): Predictors in an online study conducted in march 2020. Journal of Anxiety Disorders, 74, Artigo 102258. https://doi.org/gg5k4t

Ministério da Saúde do Governo Federal do Brasil. (2022). Painel de casos de doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19) no Brasil pelo Ministério da Saúde. https://bit.ly/3QxUAKO

Moscovici, S. (2012). A psicanálise, sua imagem e seu público. Vozes.

Moscovici, S. (2015). Representações sociais: investigações em psicologia social (G. Duveen, Ed. & Trad.). Vozes.

Nerlich, B., & Jaspal, R. (2021). Social representations of ‘social distancing’ in response to COVID-19 in the UK media. Current Sociology, 69(4), 566–583. https://doi.org/gmfpf3

Nussbaumer-Streit, B., Mayr, V., Dobrescu, A. I., Chapman, A., Persad, E., Klerings, I., Wagner, G., Siebert, U., Christof, C., Zachariah, C., & Gartlehner, G. (2020). Quarantine alone or in combination with other public health measures to control COVID-19: A rapid review. Cochrane Database of Systematic Reviews. https://doi.org/ggr27t

Patias, N. D., & Von Hohendorff, J. (2019). Critérios de qualidade para artigos de pesquisa qualitativa. Psicologia em Estudo, 24. https://doi.org/ghqcnm

Polit, D. F., & Beck, C. T. (2016). Fundamentos de Pesquisa em Enfermagem: Avaliação de Evidências para a Prática da Enfermagem (7ª ed.). Artmed Editora. https://bit.ly/3dq4kYH

Salas-Durán, K., Vergara-Morales, J., & Ogueda, J.-P. (2021). Representaciones sociales sobre la pandemia de la COVID-19 en estudiantes chilenos de educación superior. Ciencias Psicológicas, 15(2), Artigo e2280. https://doi.org/h8fb

Schimmenti, A., Billieux, J., & Starcevic, V. (2020). The four horsemen of fear: An integrated model of understanding fear experiences during the covid-19 pandemic. Clinical Neuropsychiatry, 17(2), 41–45. https://doi.org/dtww

Spink, M. J. P. (1993). O conceito de representação social na abordagem psicossocial. Cadernos de Saúde Pública, 9(3), 300–308. https://doi.org/c894sv

Tong, A., Sainsbury, P., & Craig, J. (2007). Consolidated criteria for reporting qualitative research (COREQ): A 32-item checklist for interviews and focus groups. International Journal for Quality in Health Care, 19(6), 349–357. https://doi.org/fm8b7v

Wilder-Smith, A., & Freedman, D. O. (2020). Isolation, quarantine, social distancing and community containment: pivotal role for old-style public health measures in the novel coronavirus (2019-nCoV) outbreak. Journal of Travel Medicine, 27(2), Artigo taaa020. https://doi.org/ggpw9w

World Health Organization. (2003). Adherence to long-term therapies: Evidence for action. World Health Organization. https://bit.ly/3R2iqOs

Ygnatios, N. T. M., Andrade, F. B. de, Lima-Costa, M. F., & Torres, J. L. (2021). Predisposição a formas graves de COVID-19 e adesão às medidas de prevenção: o papel do apoio social. Ciência & Saúde Coletiva, 26(5), 1863–1872. https://doi.org/h8fc

Downloads

Publicado

10-09-2022

Como Citar

Rogério Silva Lima, Roberta Seron Sanches, Paula Daniella de Abreu, Silvana Maria Coelho Leite Fava, Arcêncio, R. A., & Nascimento, M. C. (2022). Representações sociais de universitários brasileiros sobre as influências na adesão ao isolamento-distanciamento social durante a pandemia de COVID-19. Revista Portuguesa De Investigação Comportamental E Social, 8(2), 1–18. https://doi.org/10.31211/rpics.2022.8.2.258

Edição

Secção

Artigo Original